Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |




Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Alejandro Piscitelli publicou um artigo nos Quaderns Digitals, há duas semanas, com uma saraivada de críticas à "epidemia" de weblogs. Um autêntico "fenómeno viral", clama, desgostoso de ver tanto espaço da rede universal ocupado com, passo a traduzir do espanhol, "uma certa obsessão por despir-se em público". Aqui vai um excerto: "Tanto los weblogs como el periodismo online sirven para saciar el insaciable apetito de la gente de ser entretenida, y de tomarse un saludable respiro del mundo excesivamente correcto garantizado por Yahoo o incluso Google. Es cierto que de los 45.000 weblogs que cada mes engendra Blogger, la mayoría son una mezcla de pavadas, trivialidades, egos inflados y redacción de muy baja calaña". Não posso deixar de discordar desta posição elitista, insuflada pela prosa que se segue, onde Pisticelli faz a apologia dos blogs - honrosa minoria - que, suponho, produzem os seus amigos: "(...) no hay duda de que los mejores weblogs son los que desde el punto de vista de la objetividad periodística serian siempre los peores ranqueados. Se trata de notiopiniones y de opinoticias, de personalidades fuertes que eligen arbitrariamente sus temas, y que los ventilan a la luz de la web universal, defendiendo a capa y espada posiciones que generalmente no son compartidas por muchos, y visiones del mundo que no necesariamente son las que atraerían a lectores comunes a sitios comunes". Primeiro, não há nada de errado em ser uma pessoa comum em busca de entretenimento na net. Eu sou vidrada num blog de um catalão neurótico e divertidíssimo (espreitem lá) e nas trivialidades que escreve. Não me parece que seja errado fazer literatura das trivialidades da nossa vida num blog, se for bem feita e cativar as pessoas. Depois, acho insustentada e abusiva a associação que faz entre blogs, jornalismo online e entretenimento. Isto daria, pelo menos, dois debates na perspectiva do jornalismo: os weblogs são jornalismo online? O jornalismo que se faz actualmente é mais entretenimento do que informação (seja ele online ou noutro suporte)?. Bom, o certo é que o artigo foi o destaque da semana...


0 resposta(s) para “”

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» Um jornalista que esteja, em cima da hora de fecho...
» Como saber que a informação disponível na Internet...
» Acho boa ideia a sugestão do Amaro e já tinha pens...
» Edward Cone, um jornalista autor de um weblog (a p...
» Novamente o jornalismo digital. "Ten ways to make ...
» Acabo de receber o último número da revista Journa...
» "Os blogs complementam os media e são cada vez mai...
» Ainda o jornalismo de causas. «Um jornalismo sem c...
» Mais um bom artigo do Dave Winer, autor do Scripti...
» Talvez seja disparate...mas a vida também é feita ...

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates