Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |




Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



A TSF debatida nos blogs No Dicionário do Diabo:

"A TSF é, desde os anos em que ainda era pirata, a minha rádio. Só deixei há muito de ouvir o Fórum - como expliquei, sou masoquista apenas ao Sábado - e tento manter-me católico evitando ouvir Madre Pintasilgo e o Bispo Alarve; mas acompanho o Grande Júri, o Flashback, o Pessoal e Transmissível, os noticiários e sobretudo as jornadas informativas quando há temas mais candentes. A saída de Carlos Andrade não me agrada nada, porque sempre foi das pessoas por quem tive respeito na TSF (e não o conheço de lado nenhum). E o dedo de Rangel que aí vem só pode estragar, porque Rangel parece viver, há vários anos, apenas para estragar boas ideias. Espero que a TSF continue a ser a TSF, porque mesmo incrivelmente esquerdista é a nossa melhor rádio. Se eu tiver que ouvir a Renascença, torno-me um homem-bomba."
Resposta do Outro-Eu:
Oh, Diabo! Há elogios risíveis. Fica-se com aquela sensação de que estão a querer ser simpáticos mas a atirar completamente ao lado. É o caso de Pedro Mexia, a falar da TSF. Diz, no Dicionário do Diabo, que "mesmo incrivelmente esquerdista é a nossa melhor rádio". Isto de ser "a nossa melhor rádio" - para quem, como eu, lá trabalha - é bom de ouvir. Mas a frase vem inquinada de trás. "Esquerdista"? Dá vontade de rir. Pedro Mexia não esconde que é de direita. Deve ser esse o problema. A TSF, não é. Ou seja, a TSF não segue a cartilha de Mexia porque, que eu saiba (e podem ter a certeza que sei do que falo), não segue cartilha alguma. Qual será o melhor exemplo que Pedro Mexia encontra do suposto esquerdismo da TSF: ter ouvido aqui há tempo uma canção de José Afonso? Mexia deve ter tudo contabilizado. Estou a arder de curiosidade.
Entretanto, já há réplica e tréplica, bem mais desenvolovidas. O Valete Fratres também entrou em cena, para reforçar o argumento político-ideológico. Se isto quer dizer alguma coisa... . A seguir com atenção.


0 resposta(s) para “”

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» Fronteiras da Imagem com a Palavra Na Sala dos ...
» O "Globo" tem 15 blogs! Há órgãos de comunicaçã...
» Negócio e blogs, de novo A empresa de estudos d...
» Descontracção O MUNDO NUM CLICK - Jornalismo st...
» Manifesto pela qualidade da TV para crianças Ma...
» Empresas recorrem aos blogs Nos EUA, em especia...
» Número da "Telos" sobre Arte Digital É interess...
» Acontece ... mas não devia acontecer O JN volta...
» Das seis matérias que o Público insere hoje na sua...
» Blogs chegam hoje ao Telejornal A RTP tem previ...

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates