Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |




Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Ipsis verbis "Nem quero pensar que o poder do futebol é tanto que os jornalistas ou os seus patrões prefiram estar quietinhos e tenham medo de averiguar, não vá encontrarem algo que faça tremer os poderes instituídos. Se assim é, lá se vai aquele título de 'quarto poder' que a Comunicação Social já ostentou". Rui Azeredo, in O Comércio do Porto "O escritor e ensaísta Umberto Eco manifestava-se (...), em determinada ocasião, contra as pessoas que resolviam privar-se definitivamente da televisão. Dizia ele que colocar o aparelho no caixote do lixo era uma atitude semelhante a de um marido que resolvia castrar-se para desagradar à esposa. Como a televisão tem bons e maus programas, acrescentava Umberto Eco, o que importa fazer é, obviamente, ver os bons e não ver os maus. Em determinadas ocasiões, a comparação de Umberto Eco entre um aparelho de televisão e um marido pode parecer que não tem sentido. Os programas que tantas vezes estão à disposição dos espectadores nos períodos de tempo em que mais se vê televisão sugerem que o marido não tem nada para castrar". Eduardo Jorge Madureira, in Diário do Minho, 1.5.2005 "Manchete do 'Diário de Notícias': 'Governo substitui por serviço cívico penas de prisão até 3 anos'. No corpo do texto, ainda em primeira página, lê-se o seguinte: 'Alberto Costa disse ao DN que o Governo vai avançar em breve com o alargamento para três anos das penas de prisão convertíveis em trabalho prestado à comunidade'. À partida, trata-se de uma informação apurada por este periódico. Ao folhear o 'Público', encontramos na secção 'nacional' uma caixa com este 'lead': 'A medida de prestação de trabalho a favor da comunidade será, segundo a intenção do ministro da Justiça, Alberto Costa, ampliada para três anos como pena substitutiva à pena de prisão, disse o próprio ministro em declarações ao 'Público' no final do debate mensal'. Com menos destaque, esta notícia é igualmente reclamada pelo 'Público' como uma informação que lhe foi transmitida apenas a si. Não foi. Para além do ministro da Justiça ter feito estas afirmações a vários jornalistas, trata-se de um dado que está ainda ao nível das intenções, mas quem lê o DN toma o que aí é escrito como uma resolução do Governo. O que não corresponde à verdade. No 'Expresso', o título principal diz que 'Isaltino espera ajuda do PS'. Continuamos a ler para saber mais. Escreve-se, então, isto: 'PS está a testar nomes quase desconhecidos para a Câmara de Oeiras. E Isaltino Morais disse a dirigentes do PSD que contava com a garantia de Jorge Coelho de que os socialistas não apresentariam um candidato forte se ele se candidatasse'. Quais foram as fontes do jornalista? Quem assegura a veracidade disto? Estamos aqui perante informação ou especulação?" Felisbela Lopes, in Correio do Minho, 1.5.2005


0 resposta(s) para “”

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» Leituras Notícia digital - em busca da identidade...
» Nepal, "um país silenciado" É assim que a organiz...
» Carlos Santos Pereira apresenta "Guerras da Inform...
» "Um escarcéu dos diabos" "Anda por aí um escarcéu...
» La guerra de los gratuitos en su punto m?s ?lgido
» osegundochoque.blogia.com
» Um jornal com 300 anos
» Ambientalistas apoiam "semana sem TV" Afinal, a c...
» 2º Encontro Nacional de Weblogues na Covilhã A U...
» "A Sociedade em rede em Portugal" Com este título...

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates