Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |




Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



A TVE é notícia A televisão é notícia todos os dias, pelas boas e más razões. A Televisão pública de Espanha, tem ocupado lugar de realce na imprensa nacional e internacional. Os dois exemplos que vamos citar são ilustrativos desse facto: 1. Os problemas financeiros (qualquer semelhança com outra situação recente mas passada noutro país é pura coincidência). A notícia é do Le Monde e começa assim: "L'entité publique de la Radio et télévision espagnole (RTVE) va terminer l'année 2004, selon le budget prévisionnel communiqué par le groupe, avec une dette cumulée de près de 6,9 milliards d'euros". 2. O mea culpa depois da "manipulação". A notícia é do Libération e começa assim: "Accusée de «désinformation» et de «propagande» au service du gouvernement Aznar, la télé publique espagnole a dû présenter ce mois-ci des excuses en direct aux téléspectateurs. Il s'agit d'une première. Mais l'étau se resserre. La RTVE (la Radio Télévision espagnole) est toujours dans la ligne de mire de l'Audience nationale, une des principales instances pénales du pays. Motif : elle n'aurait pas fait son mea culpa de façon correcte. Au coeur de l'affaire, le traitement pour le moins partial de la grève générale du 20 juin 2002, dont la RTVE se serait rendue coupable." A nova cronologia dos media A pirataria e o crescimento exponencial de utilização do DVD está a colocar em sobressalto as televisões com conteúdos pagos. Uma das grandes questões tem a ver com as obras cinematográficas que emitem e que correm o risco de serem pouco atractivas junto de públicos que, via cinema, vídeo ou DVD já as viram, estão fartas de as ver e podem a elas ter acesso através de um suporte pirateado. Uma das medidas possíveis é a atecipação da emissão de filmes na televisão, relativamente à sua data de lançamento: "Une réforme de la chronologie des médias, c'est-à-dire des délais imposés aux télévisions pour retransmettre un long métrage, est désormais envisagée par tous ceux qui veulent maintenir le partenariat privilégié que les télévisions et le cinéma ont fini par établir". A notícia completa está no Le Figaro e pode ser lida aqui.


0 resposta(s) para “”

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» DN - o conflito e as perspectivas Os factos: ...
» 7. Riscos de uma deriva tecnológica O factor te...
» Fotos do ano Jerome Delay, da Associated Press,...
» História da Imprensa O Canal de História anunci...
» Universidade do Porto com jornal A Universidade...
» A Associação Portuguesa de Imprensa (AIND) e a Vec...
» Sobre o que se passa no DN O Conselho de Redacç...
» 6. Como se comunica dentro da escola? Todos sab...
» Pesquisar nos livros da Amazon O jornal USAToda...
» Blogging is... Escreve Jay Rosen, no PressThink...

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates