Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |



Reportagem RTP "Quando a violência vai à escola" é "trabalho de serviço público"


Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



O Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas considera - em parecer hoje divulgado - que a reportagem televisiva intitulada "Quando a violência vai à escola", emitida no final de Maio pela RTP, "não pode ser legitimamente caracterizada de má fé, de instrumentalização de menores, de violação dos preceitos deontológicos e de motivações ou induções de natureza xenófoba e racista". Considera ainda que a reportagem "constitui um documento oportuno sobre uma situação social perigosa que atinge numerosas escolas, motivo por que é louvável este trabalho de serviço público". O parecer foi emitido em resposta a uma queixa apresentada pela Direcção Regional de Educação de Lisboa.


2 resposta(s) para “Reportagem RTP "Quando a violência vai à escola" é "trabalho de serviço público"”

  1. Anonymous Clara Martins 

    Pois e, os jornalistas, tal como outrs corpora??es, protejem-se uns aos outros. Tudo bem. Mas a m? f? da reportagem consistia na omiss?o de previs?veis atitudes (ou aus?ncia delas, o que tamb?m devia ser noticiado..)do Conselho Executivo e do Conselho Pedag?gico da escola em quest?o,o que pode ter induzido em erro muitos espectadores que n?o conhecem o funcionamento das escolas. O erro da reportagem consistia tamb?m no facto de, em nenhuma escola portuguesa, se passarem coisaS COMO AS FILMADAS SEM QUE EXISTA REAC??O DOS PROFESSORES, DO c. eXECUTIVO, DO pEDAG?GICO, DA aSSEMBLEIA DA ESCOLA, DOS dEPARTAMENTOS E DA aSSOCIA??O DE pAIS. Dava a sensa??o, absolutamente falsa, de que as escolas est?o em autogest?o, os alunos fazem o que querem, sem que os ?rg?os da escola rajam. Para al?m, mas isso j? n?o tem a ver com os jornalistas,de que eu acho, tal como a Ministra, que a autoriza??o da presen?a de c?maras ocultas quebra manifestamente a confian?a professores/alunos. NOTA: sou professora.

  2. Anonymous jorge 

    eu acho bem que fassam caixas a policia

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» "To google" entra no dicionário
» De como certas fontes marcam a agenda jornalística...
» Jornalismo?
» "Moralmente repugnante"
» Debate sobre os media católicos no Clube de Jornal...
» EUA: 450 mil dólares dos militares para investigar...
» Sinais de que nem sempre "andamos a dormir"
» Leituras
» Referência... ou coincidência
» Prova pública sobre directiva TV Sem Fronteiras

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates