Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |



Uma resposta esclarecedora da Câmara do Porto


Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Ao fim de um ano da eleição de Rui Rio para um segundo mandato à frente da Câmara Municipal do Porto e de este ter instituído um sistema de controlo da informação da autarquia para a comunicação social, o Jornal de Notícias (JN) procurou fazer um balanço que é crítico quer para a Maioria quer para a oposição socialista. Ouviu, para tal, "várias figuras políticas da cidade" sobre o desempenho da Edilidade. É notável e revelador o que o Jornal recebeu como resposta, quando tentou ouvir Rui Rio e os vereadores da Maioria. Transcrevemos:

O gabinete de imprensa entendeu "ser mais correcto não contribuir para uma peça que, à imagem do que se tem verificado, tem todos os requisitos para se transformar em mais uma prosa política contra a autarquia e os seus actuais responsáveis". A resposta é assinada pela totalidade do Executivo, apesar de a Oposição garantir não ter sido ouvida.
.


2 resposta(s) para “Uma resposta esclarecedora da Câmara do Porto”

  1. Anonymous Santos 

    ? verdadeiramente dificil fazer face a estes argumentos...que tipo de Gabinete de Imprensa ? este que se escusa, por sistema, a dialogar com os seus cidad?os e jornalistas, temendo as campanhas "orquestradas" e os "requisitos" de uma eventual prosa pol?tica contra a autarquia???...ainda bem que n?o moro no Porto

  2. Anonymous Anónimo 

    ASSUSTADOR! A unica palavra que me ocorre perante tal comunicado de imprensa. O Porto realmente tem vindo a perder qualidade de vida, em todos os sentidos. Este tipo de postura do gabinete de imprensa apenas vem dar razao aos criticos da autarquia. Mesmo sendo uma pessoa apartidaria, e impossivel nao ver o mal que o esta autarquia tem vindo a fazer ao Porto. Do ponto de vista do gabinete de imprensa e como pessoa que estuda (e pratica) a comunicacao apenas posso dizer que fazem exactamente o contrario daquilo que se deve fazer... Mesmo num cenario negativo ha uma coisa chamada comunicacao de crise, que no fundo significa que em situacoes criticas (sera este o caso?) que transmitam uma imagem negativa de uma instituicao esta deve sempre comunicar com os seus publicos e nunca calar-se. Coitado de quem mora ou tenta trabalhar no Porto, essa e que a verdade...

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» Dois livros em "Um dia a falar de televisão"
» Perplexidades
» "Das duas, uma..."
» Jornalismo e bom senso
» Dois textos importantes...
» ... e duas ferramentas úteis
» O 'Internacional' na TV Globo
» Noticiar em causa própria
» Mário Cesariny 1923-2006
» Já há imagens de apresentação de "France 24"

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates