Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |



El Pais aos 30 anos: como a qualidade pode compensar


Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



El País faz hoje 30 anos. Essa é a idade da edição impressa. A digital cmpleta igualmente hoje dez anos de vida. Um novo director (Javier Moreno, 42 anos, engenheiro químico) inicia também hoje funções, sucedendo a Jesús Ceberio, que esteve 13 anos à frente deste "diario independente da manhã" (ver entrevista no Público de hoje, na qual recorda o erro "clamoroso" de 11 de Março, quando, por influência directa de Aznar, atribuiu a autoria dos atentados à ETA). Embora o grupo Prisa esteja aparentemente de boa saúde, o seu navio-almirante que é El País perdeu 59 mil leitores entre Fevereiro de 2005 e o mesmo mês deste ano, o que Periodista Digital calcula corresponder a cem mil leitores a menos. Os diários gratuitos e a acessibilidade de informação de actualidade através da Internet poderiam ser factores explicativos. Analisando, porém, os sinais visíveis, constata-se que os responsáveis do jornal e do grupo se encontram posicionados na linha da frente dos ensaios sobre o que serão os jornais e o jornalismo do futuro, tirando partido da Internet e das novas ferramentas de publicação e de acesso e gestão da informação. O caso recente do "24 Horas" é disso exemplo. O jornal está claramente a olhar para a frente. O editorial da edição de aniversário intitula-se sintomaticamente "Os próximos 30 anos" e o último parágrafo aponta um horiznte: "No se sabe si se leerán muchos periódicos dentro de 30 años, pero es seguro que serán muy diferentes a los de hoy. Los principales diarios del mundo intentan adaptarse a los desafíos que plantean las nuevas tecnologías, incluyendo la posibilidad de interacción entre emisor y receptor; y a hábitos también nuevos en la relación con los medios, como los derivados de la aparición de los diarios gratuitos y otros productos de consumo rápido. Esperamos estar a la altura de esos desafíos para que vuelva a verificarse el aforismo que proclama que la prensa tiene los siglos contados; para poder celebrar dentro de otras tres décadas la continuidad de este periódico, que hoy cambia de director por tercera vez en su historia." (A foto da direita é a reprodução da primeira página do nº 1 de El País)


1 resposta(s) para “El Pais aos 30 anos: como a qualidade pode compensar”

  1. Anonymous Aldina 

    Compensa sim, nunca duvido por princ?pio no investimento na qualidade seja em que ?rea for.

    Como dizia o poeta, miguel rovisco: "o neg?cio da alma embora leve ? fal?ncia ? para toda a vida!"

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» 30 anos
» Condicionantes da liberdade
» Dia da Liberdade de Imprensa: duas referências
» CJ na TV: "Como evitar notícias falsas?"
» Dia da Liberdade de Imprensa
» Videojogos: vale tudo!
» Atitudes
» Jornalismo: os profissionais e os cidadãos
» "O mau-trato infantil na Comunicação Social"
» Estrela Serrano lança o livro "Para Compreender o ...

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates