Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |



Os jovens e os media


Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Navegar pela Internet após o jantar é a ocupação preferida de 40% dos jovens portugueses, segundo o estudo Crianças e Jovens: A Sua Relação com as Tecnologias e os Meios de Comunicação, realizado pelo Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE em colaboração com a PT.COM. 30% da amostra prefere assistir a televisão e 12% ficar à frente dos jogos após a refeição nocturna. Mas se tivessem que optar apenas por um meio de comunicação, 70% dos jovens escolheriam a Internet. Entre Internet e telemóvel, a dúvida seria maior: 50% continua a preferir navegar na Web, mas já há um número significativo, 43%, que optaria pelo telemóvel. Curioso notar que, segundo a pesquisa, 37,2% das jovens portuguesas consideraram que a sua vida mudaria para pior se ficassem duas semanas sem telemóvel, contra 23,4% dos rapazes. Mais dados no Expresso desta semana.


2 resposta(s) para “Os jovens e os media”

  1. Anonymous Gabriella Vieira 

    Sem d?vida a Internet ? a m?dia que mais esta presente na vida dos jovens.Por oferecer maior interatividade que os outros meios ? o preferido de todos.

  2. Anonymous Brigada Bigornas 

    Um dia com a Br?gada B?gornas no Sul do L?bano
    - Os ?rabes n?o prestam, ? gente em quem n?o se pode confiar. S?o piores que os pretos, - desabafou o alferes Mocho, carregando a sua velha carabina de precis?o. - Apagou milhares de comunas em 75, e agora veio para aqui esmagar mais ranhosos. Esta fisga at? tem nome, Bajoula. Dormimos sempre juntos.
    Ap?s uma curva na montanha demos de caras com um militar liban?s a dormir debaixo da sombra de um arbusto. Depois de devidamente acordado com um brutal flato do Focas, contou-nos que desertara por causa dos terroristas do Hezbollah. Estivera sob o comando do general Adnan Daoud, comandante da base de Marjeyoun (cidade crist? do sul), onde eles e soldados israelitas tinham confraternizado no dia 10 de Agosto. Disse-nos que o general tinha sido preso por ordem do ministro do Interior Ahmed Fatfat, ap?s os terroristas o terem amea?ado e condenado os soldados como desertores. Fugiu para n?o ser fusilado.
    Como Pa?o Arquianos de boa forma??o religiosa e moral, ajudamos sempre as pessoas com bom aspecto e liquidamos de imediato os fac?noras (comunas e terroristas). O soldado liban?s, Ahmad Milhas, foi muito bem tratado.
    ? noite reunimo-nos ? volta de uma fogueira, a beber umas bejecas, e o Milhas contou-nos a sua hist?ria:
    Quando o ex?rcito israelita entrou na cidade de Marzeyoun, n?o encontrou qualquer tipo de resist?ncia e o quartel general abriu-lhe as portas. Estivemos todos a tomar ch?. Nessa noite a Al-Jazeera, seguindo fontes fidedignas do Hezbollah, noticiou que houve "violentas batalhas quando o Tsahal chegou ? cidade" e no dia seguinte os "conceituados" jornais Al-Manan e o Al-Arabiya, escreveram que "pelo menos dois tanques israelitas foram destruidos nesse combate".

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» A era da intercomunicação
» SJ contra certas disposições da Proposta de Lei de...
» Nova revista científica
» Normas para as mensagens dirigidas aos provedores ...
» Ética visual
» Cairo - post conference
» IAMCR 2006
» Cairo: Fait-divers
» Abrandamento
» Uma mensagem de pesar para o JN

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates