Weblogue colectivo do projecto Mediascópio - CECS / Universidade do Minho | RSS: ATOM 0.3 |



Jovens de costas para os jornais


Envie este post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Os dados falam por si: entre 1997 e o ano corrente, a percentagem de jovens espanhois que lê um jornal caiu de 21 % para 14,5, Os dados são da Asociación de Editores de Diarios Españoles e são chamados a destaque no jornal online Periodista Digital (cf. Los jóvenes le dan la espalda a la prensa escrita, de Elena Regoyos). Num panorama considerado preocupante (para ser suave na adjectivação), surge um dado positivo: a idade média do leitor habitual de imprensa escrita estagnou nos 43 anos, contrariando a tendência para o envelhecimento.


7 resposta(s) para “Jovens de costas para os jornais”

  1. Anonymous Lenonor 

    Sempre adorei ler jornais e revistas de informa??o, mas tenho ser realista: que tempo nos sobra para ler um jornal no dia-a-dia? No fim de semana, ainda se consegue, mas quais s?o as profiss?es actuais que permitem uma leitura de jornal no quotidiano? Do meu grupo de conhecimentos e faixa et?ria, o hor?rio laboral ? verdadeiramente intensivo e o pouco tempo que resta ? para a vida familiar, os filhos, a casa... Leituras de peri?dicos, s? mesmo nas f?rias e fins de semana... Durante a semana, d?-se uma saltadela a um outro servi?o noticioso na Internet e uma piscadela de olhos pela TV...

  2. Anonymous Teresa Ferreira 

    Todas as manh?s recebo dois jornais gratuitos e leio-os. Mantenho alguns h?bitos de compra de jornais di?rios, ?s sextas costumo comprar dois, o Publico e o Not?cias, mas cada vez menos porque a rela??o produto/custo n?o me oferece atractivos de peso sobre o que ? dado pelos gratuitos. Acho que o problema dos jornais ? a sua ainda inadapta??o ?s realidades de um hoje muito diferente do de h? 3 ou 4 anos.

  3. Anonymous Ma?ra Ribeiro 

    O problema ? que cada vez menos tempo para ler jornais significa cada vez menos informa??o, mais "ignor?ncia", apatia social, consumidores passivos e cidad?os marginais. N?o que os jornais sejam as ?nicas fontes de informa??o, at? porque o problema n?o ? o papel em si, mas a situa??o derivada. Os jovens n?o l?em porque n?o t?m tempo ou simplesmente porque n?o conseguem decodificar as mensagens? Ai o neg?cio fica cr?tico. Dar a culpa ao jornalismo digital acaba sendo a via mais "f?cil".

  4. Anonymous baby care 

    good site
    http://www.babycare.net.in/

  5. Anonymous baby care 

    nice site
    http://www.babycare.net.in/

  6. Anonymous Flavia 

    Deixei praticamente de comprar jornais por varias razoes: as edicoes on-line levaram-me vantagem sobre o papel pois, para al?m de serem um instrumento pratico (o meu trabalho e' feito 'a frente de um computador, nada como escapadelas ao longo do dia para ler os noticiarios) e porque o preco vem incluido na factura mensal da internet. Ao dizer que deixei praticamente de comprar jornais refiro-me aos diarios, pois quase todas as semanas compro a Vis?o ou a Focus ou mesmo a Sabado, e ainda ou o Expresso ou o Sol. Mesmo assim, n?o sempre. Gosto muito do formato e da apresentacao das revistas referidas, que os criticos podem apelidar de serem semanarios em formato de Banda Desenhada. Mas eu aprecio.

    No que respeita ao tema central do post, o preocupante da questao nao penso ser o facto de os jovens espanhois deixarem de ler jornais. Penso que esse aspecto e' preocupante mas para o sector da imprensa escrita, uma vez que o post nao indicia que esses mesmo jovens, apesar de lerem menos jornais, se tenham alheado da Informacao ou tenham deixado de dedicar parte do seu tempo a lerem noticiarios. Eu penso que entre os jovens a internet, hoje em dia, e' o meio preferencial para aceder 'a Informa??o. Acho que, como li nas opini?es deixadas pelos visitantes, a imprensa escrita carece de se adaptar a esta nova realidade.

  7. Anonymous Leonor 

    Concordo com a Flavia. Expressa muito aquilo que se passa de uma forma que eu nao soube dizer tao bem... E mesmo isso!

Responder





Quem somos

» Manuel Pinto
» Helena Sousa
» Luis Antonio Santos
» Joaquim Fidalgo
» Felisbela Lopes
» Madalena Oliveira
» Sara Moutinho
» Daniela Bertocchi
» Sergio Denicoli

» E-MAIL

Últimos posts

» "Comunicação e Cidadania" - tema do V Congresso da...
» "Sinto a sua falta"
» O Telejornal falhado do dia 5 de Outubro
» Os jornalistas e as posições políticas
» Media on line: chat com Francis Pisani
» Pérolas de escrita
» "Singular ou plural?"
» O "Público" - entre o impresso e o digital
» "Ser jornalista é ser tradutor". "Só isso"?
» "A Concentração dos Media e a Liberdade de Imprens...

Ligações


Arquivos

» Abril 2002
» Maio 2002
» Junho 2002
» Julho 2002
» Agosto 2002
» Setembro 2002
» Outubro 2002
» Novembro 2002
» Dezembro 2002
» Janeiro 2003
» Fevereiro 2003
» Março 2003
» Abril 2003
» Maio 2003
» Junho 2003
» Julho 2003
» Agosto 2003
» Setembro 2003
» Outubro 2003
» Novembro 2003
» Dezembro 2003
» Janeiro 2004
» Fevereiro 2004
» Março 2004
» Abril 2004
» Maio 2004
» Junho 2004
» Julho 2004
» Agosto 2004
» Setembro 2004
» Outubro 2004
» Novembro 2004
» Dezembro 2004
» Janeiro 2005
» Fevereiro 2005
» Março 2005
» Abril 2005
» Maio 2005
» Junho 2005
» Julho 2005
» Agosto 2005
» Setembro 2005
» Outubro 2005
» Novembro 2005
» Dezembro 2005
» Janeiro 2006
» Fevereiro 2006
» Março 2006
» Abril 2006
» Maio 2006
» Junho 2006
» Julho 2006
» Agosto 2006
» Setembro 2006
» Outubro 2006
» Novembro 2006
» Dezembro 2006
» Janeiro 2007

Livros

TV do futebol

» Felisbela Lopes e Sara pereira (orgs) A TV do Futebol; Porto: Campo das Letras

» Televisão e cidadania. Contributos para o debate sobre o serviço público. Manuel Pinto (coord.), Helena Sousa, Joaquim Fidalgo, Helena Gonçalves, Felisbela Lopes, Helena Pires, Luis António Santos. 2ª edição, aumentada, Maio de 2005. Colecção Comunicação e Sociedade. Campo das Letras Editores.

» Weblogs - Diário de Bordo. António Granado, Elisabete Barbosa. Porto Editora. Colecção: Comunicação. Última Edição: Fevereiro de 2004.

» Em nome do leitor. As colunas do provedor do "Público". Joaquim Fidalgo. Coimbra: Ed. Minerva. 2004

» Outras publicações do CECS

Eventos

» Conferência: A Nova Entidade Reguladora no quadro das políticas de Comunicação em Portugal (2006)

» I Congresso Internacional sobre Comunicação e Lusofonia (2005)

» Jornadas ?Dez Anos de Jornalismo Digital em Portugal: Estado da Arte e Cenários Futuros? (2005)

» Todos os eventos







Subscribe with Bloglines


Technorati Profile Powered by Blogger and Blogger Templates